quarta-feira, 2 de julho de 2008

Muito Interessante 3

HÁBITO 3- PRIMEIRO O MAIS IMPORTANTE.
É a segunda criação, a elaboração física. É a realização, a transformação em realidade, a emergência natural dos dois primeiros hábitos. Traduz-se por organizar e executar conforme as prioridades. É uma atuação no dia-a-dia, a cada segundo.


A matriz de gerenciamento do tempo está dividida em quadrantes:

O quadrante I é importante e urgente e tem por atividade: Crises, problemas urgentes, projetos com data marcada. Os resultados são: estresse, esgotamento, administração de crises e sempre apagando incêndio. (Um exemplo de pessoa ágil, acelerada e que não vai a lugar nenhum, está sempre correndo e sempre muito ocupada e o resultado de um dia é só correria quase, pouco rendimento real).


O quadrante II é importante e não urgente e tem por atividades: prevenção, desenvolvimento de relacionamentos, identificação de novas oportunidades, planejamento e recreação. Os resultados são: visão, perspectiva, equilíbrio, disciplina, controle e poucas crises.

O quadrante III é não importante e urgente e tem por atividades: interrupções, telefone, relatórios, correspondência, questões urgentes próximas, atividades populares. Os resultados são: foco no curto prazo, administração de crises, caráter e reputação de camaleão, considera planos e metas inúteis, faz papel de vítima, não controla a vida e relacionamentos superficiais ou rompidos.


O quadrante IV é não importante e não urgente e tem por atividades : detalhes, pequenas tarefas, correspondência, perda de tempo, atividades agradáveis. Os resultados são: total irresponsabilidade, demissão dos empregos, dependência de outros ou instituições para os itens básicos.

Os dois fatores que definem uma atividade são urgente e importante. Urgente significa que exige nossa atenção imediata. É “agora”! As coisas urgentes se impõe a nós. Um telefone que toca é urgente. A maioria das pessoas não consegue admitir a hipótese de simplesmente deixar o telefone tocando. A importância, por outro lado, tem a ver com resultados. Se algo é importante, contribui para nossa missão, nossos valores e metas prioritárias. Nós reagimos a questões urgentes. As questões importantes que não são tão urgentes exigem mais iniciativa, mais proatividade. Precisamos agir para aproveitar as oportunidades, para fazer com as coisas aconteçam.


O objetivo da administração quadrante II é conduzir a vida com eficácia, a partir de um centro de princípios sólidos, e de um conhecimento da missão pessoal, com foco no importante bem como no urgente, dentro de um quadro de manutenção do equilíbrio entre o aumento da produtividade e o aumento da nossa capacidade de produção.

2 comentários:

sieger disse...

Obrigado... Eu vou aplicar os quadrantes em relação a empresa q trabalho (descobri q não trabalho numa escola, e sim numa empresa)

DO disse...

To achando que ando fazendo tudo errado.

:(

Beijos!!