terça-feira, 9 de setembro de 2008

Aprendi e Decidi

E assim, depois de muito esperar,

num dia como outro qualquer,

decidi triunfar...

Decidi não esperar

as oportunidades

e sim, eu mesmo buscá-las.

Decidi ver cada problema

como uma oportunidade

de encontrar uma solução.

Decidi ver cada deserto

como uma possibilidade

de encontrar um oásis.

Decidi ver cada noite

como um mistério a resolver.

Decidi ver cada dia

como uma nova oportunidade

de ser feliz.

Naquele dia descobri

que meu único rival não era mais

que minhas próprias limitações

e que enfrentá-las era a única

e melhor forma de as superar.

Naquele dia, descobri

que eu não era o melhor

e que talvez eu nunca tivesse sido.

Deixei de me importar

com quem ganha ou perde.

Agora me importa simplesmente

saber melhor o que fazer.

Aprendi que o difícil

não é chegar lá em cima,

e sim deixar de subir.

Aprendi que o melhor triunfo

é poder chamar alguém

de “Amigo”.

Descobri que o amor

é mais que um simples estado

de enamoramento,

“O amor

é uma filosofia de vida”.

Naquele dia,

deixei de ser um reflexo

dos meus escassos triunfos passados

e passei a ser uma tênue luz no presente.

Aprendi que de nada serve Ser Luz

se não iluminar o caminho dos demais.

Naquele dia,

decidi trocar

tantas coisas...

Naquele dia,

aprendi que os sonhos

existem

para tornar-se realidade.

E desde aquele dia

já não durmo

para descansar...

Simplesmente

durmo

para sonhar.

Fonte

2 comentários:

Sieger disse...

A virgula é bastante importante! Assim como os outros pontos... Seria interessante se tivéssemos pontuação dupla para entonação como em espanhol...

DO disse...

Adorei o trecho sobre iluminar o caminho das pessoas. É por ai.

Beijão!!