segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Para Sentir seu Leve Peso e Refletir

Guardava o rouxinol numa caixinha. Tudo o que queria era andar com o rouxinol empoleirado no dedo. Mas se abrisse a caixinha, ah! Certamente ele fugiria.
Então, amorosamente, cortou o dedo. E, através de uma mínima fresta, o enfiou na caixinha.”

Quando me deparei com essa pequena mensagem fiquei sem entender, mas continuei pensando no que queria dizer, tinha que ter algum sentido...

... E me foi aí que percebi que é uma metáfora.
E me deparei com meus sonhos, com as pessoas que amo, meus planos e objetivos, meus desejos e anseios e também os sacrifícios e as escolhas que tive e tenho que fazer por eles, além do medo de perdê-los; e quem me conhece, sabe que meus olhos ficaram cheios de lágrimas.
Mas, achei bonito o que a mensagem quis passar e resolvi dividi-la com vocês que (de alguma forma) fazem parte de minha vida e assim como eu têm sonhos, objetivos, desejos e fazem sacrifícios e escolhas.
Mas a vida é assim: feita de sonhos, planos, desejos, objetivos, sacrifícios, escolhas, realizações e perdas.
Acho que são essas coisas que dão sentido à vida, pois que graça teria ter tudo e não ter que lutar por nada que fazer nenhuma opção???...

Um comentário:

DO disse...

Não teria mesmo nenhuma graça,Cecilia.Concordo com vc.Mas uma coisa,perdoe-me,eu não entendi: por que ela cortou o dedo??

:(

Beijos!