quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Sócrates

A vida que não passamos em revista não vale a pena viver.
A palavra é o fio de ouro do pensamento.
Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.
É melhor fazer pouco e bem, do que muito e mal.
Alcançar o sucesso pelos próprios méritos. Vitoriosos os que assim procedem.
A ociosidade é que envelhece, não o trabalho.
O início da sabedoria é a admissão da própria ignorância.
Chamo de preguiçoso o homem que podia estar melhor empregado.
Há sabedoria em não crer saber aquilo que tu não sabes.
Não penses mal dos que procedem mal; pense somente que estão equivocados.
O amor é filho de dois deuses, a carência e a astúcia.
A verdade não está com os homens, mas entre os homens.
Quatro características deve ter um juiz: ouvir cortesmente, responder sabiamente, ponderar prudentemente e decidir imparcialmente.
Quem melhor conhece a verdade é mais capaz de mentir.
Sob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos.
Todo o meu saber consiste em saber que nada sei.
Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o Universo de Deus.
(Não sei se é realmente a autoria é do Sócrates, mas tinha no e-mail que recebi que é dele.)

3 comentários:

Sieger disse...

Ai, Sócrates me alfinetou!
"Chamo de preguiçoso o homem que podia estar melhor empregado."

ronaldo ichi disse...

Verdadeira:

"O início da sabedoria é a admissão da própria ignorância."

Tem tantas aspectos essa afirmação.



Beijos Ceci

DO disse...

Se é ou não dele,o importante é que mereceu a postagem.

:)

Beijos!!