sábado, 29 de novembro de 2008

*Fim de Semana*

Começou na Sexta-feira:

Fui ao Festival Literário no Ariano. O festival foi em Homenagem ao Centenário da morte de Machado de Assis. FOI ÓTIMO!!!
Fiquei encantada com a dedicação das crianças... Eles se superaram, foi surpreendente ver como faziam aquilo com carinho e até mesmo orgulho. O projeto foi lançado pela professora de português, ela fez questão de deixar claro que não se tratava de atores e nem de estudantes de teatro e que o objetivo não era iniciar as crianças ao teatro e sim proporcionar a elas um contato maior com a arte, a literatura (principalmente) e claro, lançar mais um desafio para eles. E sinceramente, encararam de forma fantástica, foi emocionante vê-los se superando e percebemos como foi grande a dedicação...
As turmas se dividiram em equipes e cada umas das equipes ficou responsável por algo, desde a produção dos textos (autores), à direção, figurino, sonoplastia e iluminação, tesouraria, cenário, contra regras e atores. Mário Jr, irmão de Isolda, atuou (mas não lembro o nome do personagem, foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras) e ainda foi diretor e um dos autores da peça da turma dele (7ª série ou 8º ano, como é chamado agora).
A 7ª série encenou a trajetória de Machado, desde ele vendendo doces na praça com a mãe até sua morte, passando pela busca e conquista do primeiro emprego, publicação do primeiro texto, reconhecimento do talento, quando conheceu Carolina, casamento e morte de Carolina (sua esposa); foram ótimos, tanto que teve alguns pais que aplaudiram de pé. A 8ª série encenou ‘
Um esqueleto’ (confesso que não conhecia a história), foram igualmente maravilhosos, porém a menina que fez o papel da ‘esqueleta’ roubou a cena, ela ficava imóvel, não ria, nem andava, quando era pra levar o esqueleto de um lado para o outro os meninos tinham de fazer força, foi ótima!
Também teve noite de autógrafos: as 5ª e 6ª séries produziram um livro com desenhos e colagens feitos pelos alunos e releituras e adaptações de textos e contos de Machado, escritos pelos alunos.
É por essas e outra que admiro tanto Tia Graça (diretora) e Cia (coordenadores, professores e funcionários), fazem tudo com muito capricho e esmero, sempre visando o melhor aprendizado dos alunos, lançando desafios e preparando para vida.
Deixo aqui minha gratidão pela forma como cuidam de Matheus e minha eterna admiração pela equipe da Peralta e do Ariano Suassuna...

Depois fomos para o ‘Oitão’, comemorar o sucesso da peça.

Mário Jr e 'Tia Graça'.

Mário Jr e um Amigo (olhem o detalhe de uma corrente por baixo do blazer, é um relógio de bolso)

- Sábado:

Pela manhã fiquei em casa. Fomos almoçar na casa de voinha (ela não viajou, pois tia Mi veio pra cá), como sempre o almoço estava delicioso, ela fez uma salada, que... Maravilha, quase que não como outra coisa!
Por volta das 15:00 fui para Feira de conhecimento da escola que
Isolda ensina só que não vi muita coisa, já cheguei no fim. :(
Isolda me levou para sala dos professores e claro que já cheguei, chegando... Hunf, isso quer dizer que já cheguei fazendo bagunça e brincando com os meninos: Wilton estava de cabeça de baixa:
- Toc toc toc toc. (Bati ao lado do armário). Cheguei!!! Ei, o que é isso? Não é hora nem lugar pra dormir...
E Wilton me olhou atordoado, Diego me olhou com cara de leso tarado, ou seria tarado leso, bem, só sei que mais parecia que nunca tinha me visto. Falei com todos e Isolda apresentou um professor que ainda não conhecia. Ficamos conversando e brincando, fazendo gracinhas um com a cara do outro e até ‘discussão’ política teve, demos um tempinho lá na escola e depois fomos para a ‘Praça da Cerveja’. Foi uma turma legal: Eu, Isolda, Vera, Daniely, Natalia (a Maga), Diego, Wilton e Davi, Leandro iria chegar depois, mas terminou não indo a moto dele deu problema e Guilherme também não foi. Vocês não têm noção de como foi bom, a bagunça foi grande!!! Isolda e eu tomamos Martini, não tinha da vodka que a gente gosta e o resto tomou cerveja (não bebo cerveja, não gosto do gosto e ainda me pega rápido, ou seja, com dois ou três copos fico rindo a toa...), brincamos de porrinha, depois dos meninos explicarem como era, claro... Só não entendi porque não acreditaram que eu não sabia como era, ora, nunca tinha brincado disso, só tinha brincado de ‘escravo de jó’ e de zero a cem. Mas não foi todo mundo que brincou, Isolda, Dany e Vera ficaram de fora, elas não tomam cana (eu também não, mas queria brincar e com cerveja não brinco de jeito nenhum. Eu só tinha tomado cachaça com meu tio em JP, uma cachaça muito boa que ele tem lá, Serra Limpa, acho). Foi muito engraçado na primeira rodada, porque todos foram perdendo na ordem que estávamos sentados, o 1º foi Wilton, depois Diego, Davi, Eu e a Maga. Jogamos três rodadas e o que também foi engraçado é que todos tomaram 3 vezes. Mas tem uma coisa que não posso deixar de contar:
Pedimos uma ‘calabresa com fritas’ e quando menos esperei esta Diego com uma batata na boca e Wilton pegando um pedaço (lembrei da cena de ‘A Dama e o Vagabundo’, mas sem o beijinho, claro).
- Ei, o que é isso??? Estou com ciúme, não gostei! Com tanta mulher na mesa... (Eu)
- Ow Paixão, por isso não, faço com você. Que uma batatinha na boca, quer? (Diego)
- Quero! (Eu)
E lá vem Diego pro meu lado pra fazer comigo também.
- Eita, pera, tenho que ver uma batata grande, só tem pequena.
(Davi me deu uma, mas tava quebrada.)
- Essa não dá, é arriscado. ;) E peguei uma. Coloquei na boca e Diego veio morder.
- Eita que ela tira onda. Gostei, gostei de tu!!! (A Maga falou). Nós já tínhamos saído uma vez, fomos para o Conterrâneo, um barzinho perto da UFRPE, mas eu tava quietinha, não tava com vontade de tirar onda...
Isolda ligou para Lu e ela e Said foram pra lá. Na verdade Said foi buscá-la, porque encontrei ele lá bebendo uma cerveja, o mais engraçado é que fazia uns 10 min que Isolda tinha ligado pra Lu. Depois encontrei com um primo e o levei para nossa mesa, ele estava sozinho, disse que foi afogar as mágoas (que drama, ou não...).
Mas o que mais gostei mesmo foi que Lu e Said pareciam muito felizes e até dançaram um forrozinho (começou a tocar forro pé de serra por volta das 18:00 ou 19:00), nunca tinha visto Said dançar, ele diz que não sabe e também não gosta muito...
Por volta das 21:30, Isolda, Vera, Wilton e Eu fomos para casa de Orlando (diretor da escola) que fica na mesma rua, umas 3 casas depois, foi só atravessar a rua, ele estava dando uma festa e os filhos dele iriam tocar. A banda deles é muito boa!!!

- Domingo:

Passei a manhã em casa e uma parte da tarde também.
Aqui do lado de casa tem um conjunto com umas 6 casas e recentemente uma família mudou-se para uma das casas, é uma casa que as janelas dos quartos dão de frente para o nosso quintal, quando meu pai ta em casa futucando pelo quintal Matheus não desgruda dele e sábado foi um desses dias, painho ficou fazendo as coisas dele e Matheus atrás o tempo todo e quando eu menos esperei vi Matheus combinando com um dos meninos da casa ao lado para virem aqui pra casa e quando dei por mim Vinicius (6 anos) já estava aqui.
- Ei, sua mãe sabe que você esta aqui? (Eu)
- Minha mãe não ta em casa. (Vinicius)
- E quem está com vocês?
- Minha avó. (Vitoria – 6 anos (gêmea de Vinicius))
- Então avise a ela que seu irmão está aqui em casa...
Quando de repente chegam Vitoria e João Vitor (2 anos) e escuto Jeferson (10 anos) chamando por João Vitor. Fui até a janela e disse que estavam aqui. E adivinhem o que aconteceu?? A avó mandou todos voltarem e disse que só Jeferson poderia ficar, então falei para Vinicius ficar também. Imaginem a farra que foi?!?!?! Bicicleta pra um lado, patinete pra outro, carrinhos, bonecos, dinossauros espalhados pelo terraço... Por volta das 12:20 levei os meninos para casa e dei banho em Matheus, na torneira do jardim mesmo, ele adorou...
Depois do almoço os meninos ficaram querendo vim pra cá, mas eu estava com um sono danado... Dormi com Matheus e por volta das 16:00 Isolda me ligou chamando para fazermos algo, fomos ao Plaza. Fomos nas Americanas e olhamos as lojas e quando estávamos descendo pela escada rolante olhamos para dentro de uma loja de brinquedos e um bebê borboleta (
Anne Geddes), claro que não resistimos e entramos quando olhamos tinha um bebê girassol, gato, joaninha, vários deles, ficamos loucas de vontade de comprar, mas quando vimos o $$ (o bebê maior R$ 99,90 e o menor não lembro se era R$ 59,90 ou R$ 69,90).
- Prefiro ganhar de presente. (Eu)
- Olha aí, vocês já sabem o que me dar de presente de aniversário (é dia 07/12), gostei mais do bebê borboleta e do bebê girassol. (Isolda)
Renatinha só fazia rir...
Quando olhamos para o lado tinha umas barbies bem estilosas e estavam com a mão levantada, quando olhamos tinha um botão, claro que apertamos e tocava uma música (tipo eletrônica), claro que dançamos e rimos bastante... Renata só fazia falar que o povo tava olhando pra cara da gente, ela ficava toda envergonhada. Aí vimos uma boneca da Hanna Montana e Isolda mostrou para Renata e disse que compraria uma para ela. Hihihihihi... Depois fomos olhar os jogos e outros brinquedos. Na hora que estávamos saindo vimos uns fuscas de controle remoto, lindos, deu vontade de ter um...
Quando saímos de lá fomos na
Praça de Casa Forte. É que em volta da praça tem alguns restaurantes e lanchonetes e resolvemos tomar um café e comer empada - a empada de lá é maravilhosa- comi uma de espinafre com catupiri e as meninas de charque com catupiri. Depois, casa.

- Segunda-feira:

Acordei as 6:00 para ir à Feira de Conhecimentos das escolas do Município. Isolda e Anunciada levaram as turmas delas e fui ver os trabalhos, tinha muita coisa interessante, mas confesso: fiquei (mais) louca com as crianças, grita daqui, grita dali, corre, chama pra junto... Ufa... E isso foi a manhã toda. Mas sabe que tem suas recompensas??? Fomos para o auditório, pois iria passar um vídeo sobre coleta seletiva, poluição... E quando menos esperei levei um beijo de uma aluna de Isolda, ganhei bombom de uma, chiclete de outra, abraço de um, alisado no cabelo de outro...
Uma coisa que achei muito legal foi que a maioria (cerca de 80%) dos papeis (livros educativos, calendários, folders...) que estavam sendo distribuídos eram reciclados.
Na volta passei na escola de Matheus ele estava almoçando, vim pra casa, almocei, me deitei um pouco e estudei...
Bem, foi isso...

5 comentários:

ronaldo disse...

rsrsrs... a quanto tempo eu não participo de atividades assim! São o máximo. Tenho saudades disso sabia. Era super divertido.



Beijos

Crys disse...

Nossa, que fim de semana agitado! rsrs

Ce, (posso chamar vc assim?) aproveitando a hora do cafezinho, pra conhecer os novos amigos do AO da Loba. Prazer, espero que daqui em diante, novas amizades nasçam e permaneçam.
Terá sido vc o meu AO??? quem saberá??? rsrs
Meu carinho e beijocas!

ALF disse...

Que final de semana gostoso.

Adorei saber do festival em homenagem à Machado de Assis.
Um imortal mesmo.

Beijocas
;)

Eurico disse...

Que bom conhecer uma blogueira do Recife. Prazer imenso e muita paz pra vc.
Abraço fraterno.
voltarei mais vezes aqui.

Eurico disse...

E o melhor é que é rubro-negra como eu. Casá, casá, casá!!!