sexta-feira, 31 de outubro de 2008

...



Na Estrada do Sonho (Sérgio Reis - não sei se a autoria é dele, mas ele canta)


Agarrei minha mochila
Minha viola caipira
Carreguei comigo pra espantar a dor

Embarquei num carrosel
Um valente menestrel
Misto de poeta e desbravador

Em busca de um paraíso
Onde não fosse preciso

Matar ou morrer para sobreviver

Onde criança não passasse fome
Onde o homem não matasse o homem
Eu caminhava pr'um lugar que nem sei dizer

A viagem eu segui
Eu cantava eu sorria
A felicidade me acompanhou

Com amor e com carinho
Eu seguia pr'um cantinho
Mais lindo do mundo onde Deus ficou

Onde o céu é mais azul
Onde a natureza canta
E a paz canpeia sobre aquele chão

Meu amor me abraçava
E sem querer eu acordava
Pois eu sonhava que voltava lá pro meu sertão

Ah, eu sonhei
Naquele lugar bonito, eu era um rei
Ah, eu sonhei
Naquele lugar bonito, eu era um rei
Naquele lugar bonito, eu era um rei

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Sócrates

A vida que não passamos em revista não vale a pena viver.
A palavra é o fio de ouro do pensamento.
Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.
É melhor fazer pouco e bem, do que muito e mal.
Alcançar o sucesso pelos próprios méritos. Vitoriosos os que assim procedem.
A ociosidade é que envelhece, não o trabalho.
O início da sabedoria é a admissão da própria ignorância.
Chamo de preguiçoso o homem que podia estar melhor empregado.
Há sabedoria em não crer saber aquilo que tu não sabes.
Não penses mal dos que procedem mal; pense somente que estão equivocados.
O amor é filho de dois deuses, a carência e a astúcia.
A verdade não está com os homens, mas entre os homens.
Quatro características deve ter um juiz: ouvir cortesmente, responder sabiamente, ponderar prudentemente e decidir imparcialmente.
Quem melhor conhece a verdade é mais capaz de mentir.
Sob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos.
Todo o meu saber consiste em saber que nada sei.
Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o Universo de Deus.
(Não sei se é realmente a autoria é do Sócrates, mas tinha no e-mail que recebi que é dele.)

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

*Oscar Wilde*


“Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.

Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.

A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.

Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.

Deles não quero resposta, quero meu avesso.

Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.

Para isso, só sendo louco.

Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta.

Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria.

Amigo que não ri junto não sabe sofrer junto.

Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.

Não quero risos previsíveis nem choros piedosos.

Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.

Não quero amigos adultos nem chatos.

Quero-os metade infância e outra metade velhice.

Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto e velhos, para que nunca tenham pressa.

Tenho amigos para saber quem eu sou.

Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril."

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Dois Cavalos

Na estrada, de minha casa, há um pasto aonde vivem dois cavalos.
De longe, parecem cavalos normais, mas, quando olhamos bem, percebe-se que um deles é cego. Contudo, o dono não desfez dele e arrumou um amigo, um cavalo mais jovem.
Isso é de se admirar!
Ao observá-los, ouviremos um pequeno sino, e este está no pescoço do cavalo menor. Assim, o cavalo cego sabe onde está o seu companheiro e vai até ele.
Ambos passam os dias comendo e no final do dia o cavalo cego segue o companheiro até o estábulo.
Percebemos que o cavalo com o sino está sempre olhando se o outro o acompanha e, às vezes pára, para que o outro possa alcançá-lo. E o cavalo cego guia-se pelo som do sino, confiante que o outro o está levando para o caminho certo.


Como o dono, desses dois cavalos, Deus não se desfaz de nós só porque não somos perfeitos, ou porque temos problemas ou desafios. Ele cuida de nós e faz com que outras pessoas venham em nosso auxílio, quando precisamos.

Algumas vezes somos como o cavalo cego, guiado pelo som do sino daqueles que Deus coloca em nossas vidas. Outras vezes, somos como o cavalo guia, ajudando outros a encontrar seu caminho. E assim são os bons amigos! Não precisamos vê-los, mas estão presentes em nossas vidas!
Por favor, ouça o meu pequeno sino; eu também ouvirei o seu.

Ame generosamente,
Cuide com devoção,
Fale com bondade...
E confie, deixando as demais coisas para Deus...

MEDITEMOS:
Entregue os teus cuidados ao Eterno Deus, CONFIE NELE, e as demais coisas, Ele tudo fará.' (Sl 37.5).
'Porque, se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante.' (Ec 4.10).


segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Fim de Semana!!

Oiiii!!!

Bom Dia,
Boa Tarde,
Boa Noite
e
Ótima Semana a Todos!!!

Como foi o fim de semana de vocês???

O meu foi bem legal e diferente dos últimos fins de semana, pelo menos no domingo. :)

Sábado foi normal, fiquei em casa, estudei, brinquei com Matheus, ouvi música... Ia sair com Isolda, mas ela estava um pouco gripada, então preferimos deixa pra sair outro dia...

Domingo fui à praia com Kinha e Mere (estamos combinando de ir pelo menos duas vezes no mês), voltamos ‘cedo’ (13:00) e consegui chegar antes do almoço, :) mainha fez galinha de cabidela (pedi a painho para comprar uma galinha, é que no lugar onde ele compra o homem mata na hora, acho que é de capoeira) e a tarde fui ao Recife Antigo com Isolda. Foi Ótimo!!!
Está tendo o Festival de Música então tinha algumas bandas tocando, quando chegamos esta tocando pop rock, só que quando olhamos tinha um grupo de maracatu tocando e como nós duas gostamos muito de maracatu fomos olhar. Tive uma grande e agradável surpresa: este grupo de maracatu toca com bateria.
- Oxe! Maracatu com bateria!?!? Como pode? Nunca vi disso!!! Falei.
- Ah, é porque esse grupo de ‘estilizado’. Semana passada vim com Gi e eles estavam tocando, até MPB cantam. Eles são ótimos! Aquela mulher ali toca e canta muito.
- Nossa! Que batuque bom, me arrepiei...
E depois de tocarem bastante a mulher falou que iriam começar a cantar. Cantaram Jorge Bem, Chico Science, Maria Rita, Afoxé, Maculelê, Alceu e músicas de maracatu. Dá pra acreditar MPB no ritmo de maracatu??? Foi Lindo de Ver!!!!!! E Por volta das 19:30 tocaram uma ciranda e o público foi dançar, claro que não fiquei de fora. Fazia uns 10 anos que não dança ciranda... Adorei!!! Depois fomos pegar Renata no shopping e fomos comer pizza, estávamos com uma fomeeeee...

PS: Tem um batuqueiro que é um gatinho! Gatinho não, GATO!!! Não dava nem pra tirar os olhos... Nem vou mentir que fui dançar ciranda pra chegar mais perto... Hehehehe.... Mas não foi só por isso não, também e muito de dançar!!!

Fucei a net e encontrei umas fotos e uma comunidade no Orkut, quem tiver curiosidade é só clicar no link!!!

Maracatu Badia

Batuqueiros


Ciranda (e outras Fotos)

Beijinhos a Todos!!!

sábado, 25 de outubro de 2008

Engraçado como a vida é...

Andei pensando na música: O Que Você Faria (de Lenine acho). Na verdade eu não estava pensando nessa música, ela que estava há um tempão na minha cabeça, sempre que queria lembrar de uma música pra cantar ela vinha à minha mente e quando fui olhar os e-mails tinha este:


O DIA DE HOJE

Texto que foi anexado no mural de comunicações internas da Gol, um dia após a queda do Boing, pelo marido de uma das aeromoças mortas.

Se o amanhã não vier...

Se eu soubesse que essa seria a última vez que eu veria você dormir, eu me aconchegaria mais apertado e rogaria ao Senhor que a protegesse.

Se eu soubesse que essa seria a última vez que veria você sair pela porta, eu a abraçaria, beijaria mais vezes e a chamaria de volta para abraçar e beijar uma vez mais.

Se eu soubesse que essa seria a última vez que ouviria a sua voz em oração, eu filmaria cada gesto e gravaria cada palavra para que eu pudesse ver e ouvir de novo, dia após dia...

Se eu soubesse que essa seria a última vez, eu gastaria um minuto extra, ou dois, para parar e dizer: “EU TE AMO”, ao invés de assumir que você já sabia disso...

Se eu soubesse que essa seria a última vez, eu estaria do seu lado, partilhando do seu dia, ao invés de pensar: “Bem, tenho certeza de que outras oportunidades virão, e eu posso deixar passar esse dia”...

É claro que haverá um amanhã para se fazer uma revisão, e nós teríamos uma segunda chance de fazer as coisas da maneira certa.

É claro que haverá um outro dia, para dizermos, um para o outro: “EU TE AMO”.

E, certamente, haverá uma nova chance de dizermos, um para o outro: “Posso te ajudar em alguma coisa?”

Mas no caso de eu estar errado, e hoje ser o último dia que temos, eu gostaria de dizer O QUANTO EU AMO VOCÊ.

E espero que nunca esqueçamos disso.

O dia de amanhã não está prometido a ninguém, jovem ou velho, e hoje pode ser sua última chance de segurar bem apertada a mão de quem você ama.

Se você está esperando pelo amanhã, por que não fazer HOJE?

Porque se o amanhã não vier você, com certeza, se arrependerá pelo resto de sua vida, de não ter gasto aquele tempo extra num sorriso, num abraço, num beijo... Porque você estaria muito ocupado para dar àquela pessoa aquilo que acabou sendo o último desejo dela...

Então abrace a sua amada, o seu amado, HOJE, AGORA, bem apertado. Sussurre nos seus ouvidos dizendo o quanto você a ama e o quanto a quer junto de si !

Gaste um tempo para dizer “ME DESCULPE”, “POR FAVOR”,”ME PERDOE”, “OBRIGADO” ou ainda “NÃO FOI NADA” , “ESTÁ TUDO BEM”...

Porque se o amanhã jamais chegar, você não terá que se arrepender pelo dia de hoje, pois o passado não volta e o futuro talvez não chegue...

?

De todos os dias de sua vida há apenas dois nos quais você nada poderá fazer…
O ONTEM e o AMANHÃ !!!
Faça o que tiver que fazer HOJE.

E eu que já estava pensando na letra da música passei a pensar ainda mais. E sabem o que eu faria???

Beijaria e abraçaria demoradamente cada um daqui de casa e diria o quanto os amo;
Reuniria minha família (toda), faria um almoço ou jantar delicioso, conversaríamos besteiras, voinha iria contar suas histórias e piadas; riríamos, cantaríamos e nos divertiríamos como costumamos fazer quando nos reunimos... E claro, diria a todos eles o quanto são importantes e quanto gosto deles;
Me reuniria com meus amigos e com meus amigos de farra comemoraria com eles a beleza da vida;
Daria um jeito de conhecer meus “amigos virtuais”;
Tomaria sorvete (com zerado, tubetes, chantilly, calda, cereja), comeria chocolate (se fosse amargo, melhor ainda), jujuba e todas as guloseimas que gosto;
Comeria morango com creme de leite e leite condensado, comeria um delicioso bolo de chocolate crocante com morango;
Daria um mergulho no mar;
Se chovesse tomaria banho de chuva;

Apreciaria o pôr do sol;
Brincaria com meus sobrinhos (voltaria a ser criança por instantes);
Iria ao cinema;
Sairia para dançar;
Contaria estrelas e apreciaria a lua;
Faria um lual na praia, ou no campo às margens de uma cachoeira ou um rio (com tochas, violão, frutas...);
Beijaria, beijaria muito;
Leria um ótimo livro;
Ouviria as melhores músicas;
Iria ao museu;
Passearia pela cidade...

E vocês, o que vocês fariam?????

O Que Você Faria

Meu amor o que você faria?
Se só te restasse um dia
Se O mundo fosse acabar
Me diz o que você faria?

Ia manter sua agenda
de almoço hora apatia
Ou ia esperar os seus amigos
Na sua sala vazia

Meu amor o que você faria?
Se só te restasse um dia
Se O mundo fosse acabar
Me diz o que você faria?

Corria pra um shopping center
Ou para uma academia
Pra se esquecer que não da tempo
Pro tempo que já se perdia

Meu amor o que você faria?
Se só te restasse esse dia
Se O mundo fosse acabar
Me diz o que você faria?

Andava pelado na chuva
Corria no meio da rua
Entrava de roupa no mar
Trepava sem camisinha

Meu amor o que você faria?
O que você faria?
Abria a porta do Hospício
Trancava da delegacia
Dinamitava o meu carro
Parava o tráfego e ria

Meu amor o que você faria?
Se só te restasse esse dia
Se O mundo fosse acabar
Me diz o que você faria?

Meu amor o que você faria?
Se só te restasse esse dia
Se O mundo fosse acabar
Me diz o que você faria?

Gostaram das imagens de hoje?
É só clicar na imagem abaixo que serão
encaminhados ao site de onde foram tiradas
todas as imagens que ‘enfeitam’ o post.

Espero que tenham gostado das músicas dessa semana!
Ainda estou devendo as fotos do casamento de minha prima, mas assim que meu tio me mandar coloco para você verem como Matheus ficou lindo e faço comentário sobre a festa.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Tom Jobim

Corcovado (Composição: Tom Jobim)


Um cantinho e um violão
Este amor, uma canção
Pra fazer feliz a quem se ama

Muita calma pra pensar
E ter tempo pra sonhar

Da janela vê-se o Corcovado
O Redentor que lindo

Quero a vida sempre assim com você perto de mim
Até o apagar da velha chama

E eu que era triste
Descrente deste mundo
Ao encontrar você eu conheci
O que é felicidade meu amor

O que é felicidade, o que é felicidade

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

*Toquinho*


Lindo e Triste Brasil

(Composição: Toquinho)


Sou nascido aqui nesse país.
Tão gigante, tão franzino,
Seu destino ao deus-dará.
Rios e fontes aos montes
E dunas de areia em beiras de mar.
Tudo aqui é mesmo tão lindo, morena,
Pena que o homem não pensa em cuidar.
A solidão é viver sem ninguém
Em quem poder confiar.

Minha gente é gente desse país.
Povo lindo, chora rindo, canta na Sapucaí.
Entre enredo e passista
Misturam-se médico, artista e gari.
Com muito pouco que temos
Ainda sabemos, sofrendo, cantar e sorrir.
Sou do país do futuro,
Futuro que insiste em não vir por aqui.

Somos muitos e muito podemos fazer.
Vai rolinha, pintassilgo,
Vai andorinha e tiziu.
Nadem golfinhos e peixes
Nas águas dos mares, dos lagos, dos rios.
Quem sabe ainda veremos
O que o Poetinha um dia sonhou mas não viu:
Pátria, minha patriazinha, tadinha,
Lindo e triste Brasil.


quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Jorge Ben


Que Maravilha
(Composição: Jorge Ben Jor/ Toquinho)


Lá fora está chovendo
Mas assim mesmo eu vou correndo
Só pra ver o meu amor

Ela vem toda de branco
Toda molhada e despenteada
Que maravilha
Que coisa linda é o meu amor

Lá fora está chovendo
Mas assim mesmo eu vou correndo
Só pra ver o meu amor

Ela vem toda de branco
Toda molhada e despenteada
Que maravilha
Que coisa linda é o meu amor

Por entre bancários, automóveis, ruas e avenidas
Milhões de buzinas tocando sem cessar
Ela vem chegando de branco, meiga, linda, pura e muito tímida
Com a chuva molhando o seu corpo
Que eu vou abraçar
E a gente no meio da rua, do mundo, no meio da chuva
A girar
A girar
A girar

Lá fora está chovendo
Mas assim mesmo eu vou correndo
Só pra ver o meu amor

Ela vem toda de branco
Toda molhada e despenteada
Que maravilha
Que coisa linda é o meu amor

Por entre bancários, automóveis, ruas e avenidas
Milhões de buzinas tocando sem cessar
Ela vem chegando de branco, meiga, linda, pura e muito tímida
Com a chuva molhando o seu corpo
Que eu vou abraçar
E a gente no meio da rua, do mundo, no meio da chuva
A girar
Que maravilha
Que maravilha
Que maravilha



********************************

Adoção um Ato de Nobreza
Li sobre uma Blogagem Coletiva sobre adoção no blog do Zeca e como o assunto é importante e que muita gente ainda tem dúvidas sobre como fazer para adotar uma criança e conheço algumas pessoas que passaram por dificuldades para adotar uma criança mesmo tendo uma boa ou ótima condição financeira resolvi participar.

Ao que tudo indica as coisas irão ficar menos burocráticas e demoradas, mas os futuros pais também precisam deixar de ‘preconceito’ e aceitar adotar crianças maiores e até mesmo adolescentes, bem, mas isto é assunto para a semana de 10 a 15 de novembro quando acontecerá a Blogagem.

O link pode ser pego no Chega mais & Saia Justa ou nos blogs do Dácio e da Geórgia que são idealizadores da Blogagem Coletiva.
Vamos participar, é interessante e importante!

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Toquinho


Receita de Felicidade
(Composição: Toquinho)


Pegue uns pedacinhos de afeto e de ilusão;
Misture com um pouquinho de amizade;
Junte com carinho uma pontinha de paixão
E uma pitadinha de saudade.


Pegue o dom divino maternal de uma mulher

E um sorriso limpo de criança;
Junte a ingenuidade de um primeiro amor qualquer

Com o eterno brilho da esperança.


Peça emprestada a ternura de um casal
E a luz da estrada dos que amam pra valer;
Tenha sempre muito amor,
Que o amor nunca faz mal.
Pinte a vida com o arco-íris do prazer;
Sonhe, pois sonhar ainda é fundamental
E um sonho sempre pode acontecer.