terça-feira, 31 de março de 2009

Sábado no Clube: Uma Lição pra Toda Vida!!!

imagem daqui

Nada acontece ao acaso! Essa é uma das maiores certezas que tenho.
Sábado (28/03) fui ao AABB com Matheus e em um determinado momento um menino entrou na piscina e ‘saiu atropelando ‘ todo mundo. Quando olhei direito vi que ele era cego, então minha chateação inicial pela aparente falta de educação do garoto se foi de imediato. Só percebi que ele era cego porque esbarrou no pai do João (amiguinho de Matheus lá do clube) e começou a perguntar sobre o ‘escorrego’ – se era muito alto, se tinha como descer devagar.. – fiquei observando e depois que ele respondeu voltamos os quatro a brincar e depois de uns poucos minutos quando olhei lá estava o menino cego sendo levado por outro (que depois descobri que era primo) para a escada do toboágua (é junto que escreve, né?), porém o outro garoto fazia aquilo de má vontade e empurrou o outro pela escada. Mesmo ele não tendo caído brotou em mim um sentimento de revolta, tive vontade de sair da piscina e ir lá ajudar o menino, porém eles já tinham chegado lá em cima, no começo do toboágua, voltei a brincar com Matheus e quando me dei conta as atenções estavam voltadas para cima do toboágua, era o menino cego com medo de descer. Algumas pessoas que estavam embaixo tentavam incentivar ele a descer e a salva vidas que fica lá auxiliando as crianças também, além das outras crianças que queriam descer...
- Matheus, vai lá e diz pra ele que titia pega ele quando descer, diz que ele não precisa ter medo.
- Ai tia, vou não.
- Vai amor, pra ajudar ele...
- Vou nada tia.
- Tá bom! Então fica aí que eu vou lá. Não sai daí, hein?
Saí da piscina, subi as escadas e :
- Ei, qual é o seu nome?
- Mateus!
- Mateus, desce devagar segurando pelas paredes que eu fico lá embaixo na piscina esperando você pra te pegar, tá certo?
- Tá bom!
Voltei pra piscina e desce um, desce outro, mais outro e outro e nada do Mateus, até que, passou um tempo sem descer ninguém e quando olhei lá vinha ele beeeeem devagar segurando pelas paredes. Quando ele caiu na água eu já estava bem na frente dele e o segurei p-ela mão e levei até a escada.
- Que legal! É muito massa, quero ir de novo! Você me segura? Falou com um sorriso estampado no rosto.
- Tá, seguro sim. vamos, eu te ajudo!
Subimos a escada e fui com ele até o começo das escadas do toboágua, enquanto caminhávamos ele perguntou meu nome e quando chegou no primeiro degrau ele pediu pra subir com ele pra dizer a salva vidas que eu iria segurar ele lá embaixo na piscina. E o Mateus desceu pela segunda vez.
- É muito massa, agora vou mais rápido!
Então ele desceu várias vezes, e começou a a descer sem as mãos então deu a hora de ir embora (eu já estava verde de fome) e fui falar com ele pra ver se tinha alguém pra ajudar ele:
- Mateus, eu já vou. Tem alguém pra te ajudar?
- Ah, não tem problema, pode ir. Eu já sei onde é a escada (de dentro da piscina) e minha tia me leva até a outra. Obrigado, Cecília!
Subiu a escada e lá estava a tia dele esperando para levar até a escada do toboágua.

Sabe, poucas coisas são tão gratificantes quanto ver um sorriso estampado no rosto de uma criança, mas a satisfação do Mateus ao descer no toboágua ficou gravada na minha mente.
Um sorriso de contentamento, superação, conquista, felicidade por estar fazendo aquilo. Uma alegria sem tamanho, que não dá pra explicar, só vendo pra ter uma noção de como ele estava feliz e satisfeito por estar brincando no toboágua.
O Mateus tem 10 anos, fiquei imaginando quantos desafios ele já deve ter superado, quantos obstáculos já superou e quantos obstáculos são impostos a ele por sua dificuldade e por conta do preconceito (e a falta de preparo) da sociedade e como é tão fácil ser feliz e as pessoas teimam em complicar a felicidade, em dificultar as coisas simples da vida...
Fiquei imaginando a reação da família ao descobrir a deficiência do Mateus, as dificuldades que superaram e que por ventura ainda tem que superar, fiquei imaginando que não deve ser fácil se adaptar a uma criança assim, as coisas que tiveram que aprender para poder ajudá-lo e a benção que é ter uma pessoa assim por perto, uma pessoa que mesmo tendo limitações impostas pela vida não conhece a palavra limite, que luta para se superar, superar as diferenças, uma pessoa que sabe realmente ser feliz...
O Mateus não sabe, mas naqueles poucos instantes que estivemos juntos pude aprender muito com ele!
Obrigada, Mateus!
(agora, sou eu quem agradece).

É por isso que dizem que o pior sego é aquele que não quer ver!
A deficiência não está no corpo e sim na alma.

Lembrei de um texto do Mário Quintana
(clique aqui para ler).

13 comentários:

Crys disse...

São pessoas de alma encantadora e coração lindo, como o seu, que o mundo precisa!
Os desafios principais de Mateus (e outros na mesma situação), está primeiro em encontrar pessoas como vc.
Beijos, querida!

DO disse...

Conto em poucos dedos o numero de pessoas que teria feito o que vc fez,Cecilia. E tantas vezes.
decididamente vc é uma pessoa iluminada.
Beijão!!

Claudinha ੴ disse...

Pois é Cecília, vivendo e aprendendo... Este menino vai ensinar muiuta gente e ainda vai trazer sentimentos bons (como te trouxe) para muitos também! Beijos!

Elcio Tuiribepi disse...

Que bom Cecília, através desses gestos, crescemos, aprendemos e ensinamos, com certeza seu sobrinho (é seu sobrinho né?)te observando irá guardar na alma seu gestoe futuramente passar adiante o aprendizado, porque somos um tanto do meio em que vivemos, aliás um grande tanto...
Um abraço na alma...

Eurico disse...

Parabéns, vc é realmente generosa!
E como vai a mais nova Gestora Cultural da cidade?
Parece que o curso vai ser bom, né?
Vamos lá! Hoje tem aula! rsrsrs

Mauri Stern Boffil disse...

Que lindo... Ceci, vc tem um coração gigante!
Ah, e to fazendo uma surprais pra vc... bjs

emersonfialho disse...

Que gesto bonito, Cecília...

Se cada um de nós fizermos uma pequena boa ação todos os dias, pequenina mesmo, este pequenino gesto será como uma gota d'água que cai no grande oceano: começa com uma pequena onda (nossa ação) e atinge um raio inimaginável, transformando para melhor o nosso mundo.

Devemos sempre buscar nestas pequenas boas ações, grandes mudanças, minha amiga. Devemos sempre fazer o bem sem ver a quem, e sem esperar nada em troca. O mundo precisa muito destes mínimos gestos que representam tanto, muitas vezes, como você mesma falou, gestos que representam um sorriso e fala mais que mil palavras...

Continue desse jeito, amiga, servindo de bom exemplo, transformando o mundo ao seu redor e atraindo muitas coisas boas como consequência. Parabéns!

Que Deus te abençoe e ilumine cada vez mais, viu?

Abraço, do amigo,

Emerson Fialho
http://emersonfialho.wordpress.com

Georgia disse...

Ah, Cecília que estória essa com o Mateus. Dois Mateus e destinos tao diferentes. Mas sabe, nós que vemos nem sempre percebemos tantas informacoes que o mundo nos dá. Pena que esse primo do menino nao imagina o que seja, tem olhos e nao enxerga a vida...

Olha vim agradecer o Movimento Natureza e esclarecer que ele nao é blogagem Coletiva.

O movimento funciona da seguinte maneira. Cada pessoa escolhe um desses passos para fazer no projeto. Nao tem que fazer tudo nao e nem tem no dia que escrever um texto enorme e nada copiado da internet. O texto será produzido por você mesmo de acordo com a experiência que você tiver com a parte do projeto escolhida por você.

Se você plantar uma árvore, entao fotografe e no dia coloque no seu post. Se vc resolveu fazer algo com a sua turma, fotografe e diga o que vc fez.

Nada de textos retirados da net.

O Projeto Movimento Natureza é movimento e para isso ele precisa de acao, ele precisa que você coloque a mao na massa.

Nao é blogagem coletiva, trata-se de um projeto a qual estaremso dando continuidade.

Obrigada pelo apoio e qualquer dúvida pode perguntar.

Um abraco Georgia

Lis disse...

Estou emocionada!!Meus olhos se encheram de lágrimas e o meu coração deu aquele aperto maravilhoso!! Parabéns por vc ter sido tão sensível ao se imaginar no lugar daquele garoto!!E o mais lindo ainda que achei neste seu depoimento é que vc tirou lições deste momento e percebeu o quanto foi abençoada!! Ameiiiiii e pode ter certeza que vou voltar para visitá-la!! Te encontrei pelo A Katana de Bambú!Bjussssss

Fernanda disse...

Cecília,
emocionou-me o seu texto...Foi um momento perfeito, um menino corajoso encontra uma pessoa amorosa, como você!

Foi tb um excelente exemplo para o Matheus.

Beijinhos.

LIno disse...

Parabéns. Foi um gesto lindo. Na certa ajudou, e muito, a que o Mateus perdesse o medo e, com isso, poderá enfrentar outros desafios.

paula barros disse...

Cecília, consegui ver a cena e a sentir a emoção que você deve ter sentido. Lembranças assim com certeza você nunca mais esquecerá, nem ele.

abração.

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ prix cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis pas her
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis acquisto
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis generico