quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Bem Vindo 2011!!!












O Ano-Novo ou Réveillon é um evento que acontece quando uma cultura celebra o fim de um ano e o começo do próximo. Todas as culturas que têm calendários anuais celebram o "Ano-Novo". A celebração do evento é também chamada réveillon, termo oriundo do verbo francês réveiller, que em português significa "despertar".
A comemoração ocidental tem origem num decreto do governador romano Júlio César, que fixou o 1ª de janeiro como o Dia do Ano-Novo em 46 a.C. Os romanos dedicavam esse dia a Jano, o deus dos portões. O mês de Janeiro, deriva do nome de Jano, que tinha duas faces - uma voltada para frente e a outra para trás.
Ano novo: um momento cheio de significados. Momento de repensar valores, de ponderar sobre a vida, as atitudes e tudo que nos cerca; de deixar nascer a esperança que mora dentro de nossos corações e colher com sucesso as sementes plantadas neste ano.
É tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz, com harmonia e prosperidade, celebrar as realizações e conquistas alcançadas.
Ano Novo é hora de renascer, de (re)florescer, de viver o novo.
Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos, concretizar seus objetivos, sonhar novos sonhos, traçar novas metas...


Imagens do google

Que em 2011 você tenha
365 dias de felicidade;
52 semanas de saúde e prosperidade;
12 meses de amor e carinho;
8760 horas de paz e harmonia;
Que neste novo ano você tenha 2011 motivos para sorrir…
E que seja muito mais promissor que 2010.
Praça Oswaldo Cruz (Recife/PE) - Decoração de Natal 2010









Receita de ano novo (Carlos Drummond de Andrade)

Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor do arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido (mal vivido talvez ou sem sentido) para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser; 
novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar pelo seu interior) novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende, se trabalha, você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita, não precisa expedir nem receber mensagens (planta recebe mensagens? passa telegramas?) 
Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta. 
Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumidas nem parvamente acreditar que por decreto de esperança a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.  
Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. 
É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.
Mais Aqui











terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Então é Nata...



Concurso Literário proposto pelo Espaço Aberto





















Engraçado, sempre igual ano após ano, chega dezembro e as pessoas correm para os shoppings, centros comerciais, repensam o ano que está acabando, fazem novos planos (refazem os antigos), fazem novas promessas (refazem antigas) e esquecem que o principal motivo de acontecer o Natal ano após ano é a celebração do nascimento de Cristo, o Salvador, afinal o Natal é uma festa cristã, é a festa da família, do amor, da fraternidade.
Fala-se muito em comprar presentes, roupas novas, enfeitar árvores de natal, ceia, confraternizações, festas, consumismo...
E o aniversariante?
Quem deveria ser o principal homenageado termina virando coadjuvante, muitas vezes. A sagrada família que deveria ser celebrada, é as vezes esquecida, dando lugar a farras e reuniões sociais...

Que neste Natal (e nos próximos) nos lembremos mais do amor maior de Deus por nós que enviou o Seu filho para nos salvar e possamos celebrar o milagre e a beleza da vida e do amor. Que passemos a valorizar mais a família, o lar, os amigos, o respeito e levar paz e harmonia por onde passarmos.





É Natal

Que você possa, neste Natal, refletir no rosto, no olhar, no pensamento, nas palavras, o Soberano, o Inigualável o Incomensurável Natal de Cristo.

Faça com que a dulcíssima voz dos anjos, ao entoarem o Glória a Deus nas alturas e paz aos homens de boa vontade, fique gravada indelevelmente em sua vida e que você promova a paz durante todo o transcorrer de 2011.

Ensine aos outros que o Natal representa para você amor, gratidão e compromisso de um mundo mais justo e fraterno. 

Que toda a beleza da noite de Belém, dos sinos, da estrela, dos anjos, de Maria, dos pastores, façam morada perene em seu coração!



Desejo que todos tenham um excelente Natal e que 2011 seja um ano com muita paz, prosperidade, amor, harmonia, conquistas, saúde, felicidade, trabalho (estudo) e que o respeito, a compreensão, a amizade, o amor estejam sempre presentes em nossas atitudes. Que possamos renovar nossas esperanças, tirar os nossos sonhos do armário e alcançar nossos objetivos; que as adversidades sejam um incentivo para seguirmos em frente e sirvam de aprendizado e superação e nunca deixemos de sorrir, sonhar e acreditar na beleza da vida.
Que Deus ilumine o caminho de todos!


Beijinhos!!!

Imagens retiradas da internet (google)

terça-feira, 2 de novembro de 2010

¸¸.·*´¯`*·.¸¸..·*

Depois do susto a demência:
Ontem quando estava começando a estudar estava com uma sensação (pressentimento) estranha, como se algo não muito bom fosse acontecer. Tentei me acalmar e pedi a Deus que não permitisse que não deixasse nada de ruim acontecer, voltei a estudar e por volta das 9h o telefone tocou:
(homem) – É da casa de seu Maximiliano?
(eu) – É sim, mas ele não está.
(homem) – O que você é dele?
(eu) – Filha.
(homem) – É que ele sofreu um acidente de moto aqui no viaduto Joana Bezerra, perto do fórum.
(eu) – Como ele ta? Vou mandar meu irmão praí.
Comecei a tremer feito vara verde, liguei pro meu irmão e expliquei o que tinha acontecido, me acalmei um pouco e tentei o celular de painho, o alívio veio, ele estava bem e consciente,  mas eu ainda estava nervosa, só um pouco aliviada. Finalmente meu irmão deu entrada no hospital e fui encontrar com eles. Mozart saiu para pegar a moto e eu fiquei no hospital. Tudo estava “muito bem” até que a médica começou o procedimento para suturar os cortes (2 pontos em cada), ela começou a mexer a agulha da anestesia e o sangue voltou a escorrer (rompeu uma veia), senti um frio na espinha e no estômago, a vista ficou turva e comecei a ver estrelinhas, pensei: danou-se tudo, vou desmaiar e agora? Comecei a respirar fundo e a olhar pra parede e pra painho e a médica perguntando se eu queria sentar ou sair, eu só fazia dizer que estava bem e rezando pra ficar realmente bem. No fim das contas o mal estar passou, mas comecei a suar como tampa de chaleira (vixe, saia suor de todos os poros, a camiseta e os cabelos ficaram ensopados de suor); sabe, não foi a primeira vez que socorri alguém, que vi uma pessoa levar pontos, mas também nunca tinha visto tanto sangue na minha vida, sem falar que dessa vez foi com meu pai...
Voltando para casa parecia mais eu estava entrando num estado de demência (relaxamento), não conseguia colocar os pensamentos em ordem e nem me concentrar para estudar. Sono, dor de cabeça, sono... Agora está tudo bem e eu mais uma vez “brincando” de enfermeira...


 Agora vou falar de coisas boas:
 
Ganhei este selinho da Ester.
É um selinho que ela fez para presentear os amigos que acompanham o seu blogue. Adorei! Obrigada pelo carnho, amiga!



A FLIPORTO (Festa Literária Internacional de Pernambuco) que está na sua sexta edição será realizada em Olinda. Quer saber mais sobre o evento e a programação? Clica aqui!


Neste próximo final de semana acontecerá o PE MUSIC FESTIVAL.
O PE MUSIC FESTIVAL é um evento referência quando se trata de pop rock no Nordeste, e em seu quinto ano consecutivo, ele se torna um evento democrático, dando oportunidade ao público desfrutar da programação gratuitamente.
Programação
No primeiro dia (05/11) do evento, se apresentarão a partir das 17 horas os artistas Otto, Natiruts, Pitty e Almerio.
No segundo dia (06/11), acontece o PE Festival Cultural, com programação de apresentações de dança, teatro e circo e também se inicia a partir das 17 horas.
O festival é aberto ao público, e a expectativa é de receber mais de 20 mil pessoas nos dois dias de evento.
O palco montado no Marco Zero terá 600 m² e contará com telões para melhor visualização do público. Também haverá estrutura de delegacia móvel, posto médico, UTI móvel e praça de alimentação.
O festival será totalmente gratuito. Fonte.
Site do evento.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

♣♣♣

glitters



Oiiiiiiiii!!!!

Poxa, tanto tempo sem vim por aqui...
Tava sentido falta! Infelizmente vou só postar, não dá pra fazer as visitas aos blogues amigos como gosto, pois gosto de comentar e hoje não tem como, mas volto antes do feriado.

Hoje vou falar de um tema que ainda não falei aqui, um tema que gosto e sei que muitos não gostam (sentem, indiferença, não acreditam...) e as vezes até causa polêmica. Não sei bem porque, mas deu vontade...
Hoje vou falar sobre bruxas, ou melhor, vou colocar um texto que encontrei quando estava procurando uma imagem de uma bruxa. Há uns 3 anos uma pessoa me disse que eu era uma bruxa, foi em uma época que eu estava passando por um momento difícil, deprimida... Conversamos muito, aquela foi a primeira e última vez (pelo menos por enquanto) que o vi. Ele me acalmou, confortou e disse coisas que nunca esqueci (e acredito que nunca esquecerei). Sabem o que é engraçado? É que não me senti chateada, ofendida ou assustada pelo fato de ter sido chamada de bruxa, na verdade até gostei. Sabe lá por quê...

Espero que gostem!
Beijinhos

OBS:O primeiro texto está na íntegra e o segundo só alguns trechos.

 





A autêntica Bruxa esta no interior da pessoa. Por este motivo é difícil você reconhecer uma Bruxa somente de passear nas ruas.

Ao contrário das histórias infantis, a Bruxa não é feia, e muito pelo contrário, ainda mais hoje em dia, elas se cuidam cada vez mais, porque agora, mais do que nunca o acesso as ervas, chás e aprendizado de se usar a natureza como aliada esta fácil.

No instante que resolvemos aceitar que somos Bruxas (porque Bruxa nasce Bruxa), começamos a aflorar nossa sensibilidade e prestar atenção em coisas que passavam despercebidas.

Não é somente ler Tarô, saber nomes de ervas, ser Bruxa não é tomar conta da vida alheia e nem manipular o mundo.

Ser Bruxa é semear alegria e força onde passam. É dar amor a todos a sua volta, é ter senso de humor e se dar bem com a vida!

Quando uma Bruxa entra numa floresta, ela sente a intensidade das vibrações das árvores e plantas, se emociona com as flores, se deleita com os sons da natureza e se houver, das águas também.

A Bruxa assume seu papel de guardiã e mensageira da Grande Mãe. E nunca se gaba por ser uma criatura com poderes sobrenaturais e assume sua condição com simplicidade e naturalidade.

Ser Bruxa é saber que não somos limitados a uma sociedade pois existe um Universo e não cidades, existe passado, presente e futuro e não somente um calendário.

Aceitar ser uma Bruxa, é grandioso e independente. É assumir a vida, amar o mundo e o Universo. É acreditar, é amar incondicionalmente. É ter uma força grandiosa, complexa, infinita e perfeita.

SEJA UMA LINDA BRUXA!!!



...
O simples cotidiano que vivemos contribui para o aumento da nossa sabedoria de forma geral, influindo diretamente na formação da nossa filosofia de vida e do nosso caráter: é por isso que nenhum dia deve ser vivido em vão. 

Não pense que a bruxaria servirá como instrumento para substituir o seu esforço pessoal: não é realizando um feitiço ao pé da letra que conseguiremos tudo que queremos. Os encantamentos só funcionarão se o esforço vier de dentro, acompanhado de uma sincera vontade de vencer, e é importante esforçar para que isso aconteça. 

...


Se você não controlar seu destino ele vai controlar você.


Para ir para o site que os textos foram retirados é só clicar no título de cada um.
Imagens do google.


sábado, 25 de setembro de 2010

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

Selinho mágico (o selo que espalha amizade e magia pela blogosfera!).
Estou muito feliz por ter recebido este selinho, quem me presenteou foi a Tatiana!
Uma das regras é responder à pergunta:
O que é mágico para você?

Mágico para mim
é ver o céu se tingindo de azul a cada amanhecer
é ver o arco iris colorir o céu depois de uma tempestade
é ver o sol tingir de vermelho o céu a cada fim de tarde

Mágico para mim
é ver a mudança das estações
é ver as folhas caindo no outono
e na primavera uma flor desabrochar
é a chuva que lava e sol que aquece

Mágico para mim
é ver meus sobrinhos crescendo
é ver o brilho de cada descoberta de cada aprendizado em seus olhinhos
é aprender com a inocência das crianças e poder crescer com elas

Mágico para mim
é ouvir as histórias contadas pela minha avó
é enxergar em seus olhos o brilho da maturidade
é aprender com seus conselhos

Mágico para mim
é amar e sentir-me amada
é ver meu amor crescer e produzir amor no ser amado

Mágico para mim
é ver e sentir o milagre da vida ao despertar a cada manhã
é dormir em paz

Mágico pra mim
é fazer novas amizade
é conservar e fortalecer as antigas amizades

Mágico para mim
é o sorriso que recebo das pessoas que amo
é saber que este sorriso diz que gostam de mim e que posso contar com elas

Mágico para mim
é o amor e a amizade
que enche meu coração e dos que me cercam
e que sinto transbordar e aumentar a cada dia...

 E para que o selinho possa continuar a espalhar magia e amizade pela blogosfera (e em nossas vidas) repasso com muito carinho aos amigos:
Eduardo

Imagens aqui e aqui.

A todos um ótimo final de semana e uma semana próspera e muito feliz!!!

domingo, 12 de setembro de 2010

Esta semana ganhei um mimo que me deixou muito feliz e orgulhosa:
Um selo lindo selo da Ester!
Poxa, fique muito feliz mesmo!
Para mim é acima de tudo uma demonstração de muita amizade e uma verdadeira honra, pois a Ester é uma das amizades que fiz por causa do blogue e ao longo dos dias fomos cativando uma a outra, sem falar que a admiro muito, vejo nela uma mulher forte e determinada e sem falar que escreve muitíssimo bem (emociona inclusive).
Ester, muito obrigada pelo carinho e pela amizade que é tão especial para mim!


Segundo a regra devo repassa-lo a 10 blogues:

1- Beti Timm (ela está um pouco afastada do blogue, mas não tinha como deixar de fazer este mimo a ela. É uma mulher maravilhosa, com quem aprendi (e aprendo muito), uma mulher forte e guerreira. Seus escritos são maravilhosos (e já e emocionaram muito))
7- DO
10- Elcio
Escolhi este blogue porque são pessoas que admiro e com quem aprendi bastante, me emocionei e acompanho já há algum tempo(com exceção do Espaço Aberto, que é um blogue recente, mas que é um trabalho maravilhoso de blogueiros amigos que promove a interação e com certeza deveria ser suguido).




A família aumentou!
Dia 08, quarta-feira, nasceu Gustavo, meu sobrinho mais novo! (Agora são três)
O parto foi cesária, estava laçado, mas graças a Deus foi um sucesso e ele e a mãe estão bem e com saúde!

 
Esta semana fui com Matheus à Mc Donald's. Não gosto muito que ele fique comendo estes sanduíches, mas eles fazem de tudo para chamar a atenção das crianças e conseguem, pois de tempos em tempos (cada dois meses mais ou menos) tem um tipo de brinquedo diferente, para meninos e meninas, e este mês é um tal de Bakugan para os meninos; resultado: dois meninos chegaram na escola com estes brinquedos que ganharam ao comprar lanches e Teuzinho ficou a semana toda: “Tia, vamos na Mc Donald's!”. eu sempre dizendo que não porque estava com pouco dinheiro e ele não teve dúvidas, me perguntou quanto era o lanche e pediu ao avô, não tive mais como negar... Mas só de ver a carinha de felicidade dele porque conseguiu os dois brinquedos valeu a pena...
 
Vou continuar a demorar a vim por aqui, esta semana começa meu curso.


Ah... Mudei o visual: cortei o cabelo! Estava cansada de cabelos tão grandes!
O engraçado foi ver o cabeleireiro cortando, mais parecia que ele estava com medo, acho que porque sempre que eu ia lá falava pra ele cortar o equivalente a dois dedos, deve ter estranhado eu querer cortar tanto...
Mas sou assim mesmo: um dia fico querendo que o cabelo cresça logo para ficar bem grande, no outro enjoo e resolvo cortar.



Imagem da net (estava no meu arquivo de imagens, mas o link deu inválido,
quem suber de quem é a pintura favor me infrmar. Obrigada!)

sábado, 4 de setembro de 2010

☆ ☆ ☆

Matheus e a tecnologia.
Há algum tempo Matheus vinha me pedindo para fazer um orkut para ele, vivia querendo jogar os jogos que tenho e transformava minha boneca do BuddyPoke em boneco, então depois de pensar e pensar e pensar resolvi criar um orkut para ele e o resultado foi indescritível: os olhinhos dele brilharam feito diamantes de felicidade e contentamento.
Analisei muito os prós e os contras e terminei vendo que tinha mais vantagem que desvantagem: para usar o orkut e poder jogar ele tem que ler os comandos e ver se as moedas amarelas que ele tem são suficientes para comprar os animais, casas, sementes... então ele não só exercita o português com exercita a matemática também, sem falar que deixo ele ficar “sozinho” usando o computador o que faz com que eu demonstre confiança nele e ele tenta fazer de tudo que eu continue deixando ele usar o computador sem mim.
A verdade é que ele não fica totalmente sozinho, sempre que ele está usando o computador eu fico lendo (na mesma sala que ele está inclusive) e ele fica na mesa usando o pc, todo orgulhoso por estar usando meu computador sozinho. É o que chamam de liberdade vigiada.
Ainda tem um outros detalhes: ele só pode usar o computador depois de fazer as tarefas da escola (e só usa se as fizer direto), se tiver um bom comportamento e se se alimentar direito, sem falar que não deixo ele ficar muito tempo na frente do computador, uns 40 minutos, no máximo.
Está funcionando (ele só reclama um pouco quando digo que está na hora de sair, mas acho que é normal, ele está muito empolgado)!!!
Ele vive reclamando que tem poucos amigos para jogar e fica comparando o orkut dele com o meu, só faço rir, então além do pessoal da família adicionei duas amigas minhas (uma delas ele conhece) duas sobrinhas de uma dessas minhas amigas e a filha de um amigo, ele ficou radiante quando fiz isso, só vendo mesmo o jeitinho dele pra saber...
Relutei muito, sei dos perigos da internet, infelizmente tem muita gente que usa este maravilhoso benefício de comunicação para coisas ruins, mas acho que fazendo do jeito que estou fazendo consigo proteger ele...

domingo, 22 de agosto de 2010

...

Estou vindo aqui a prestação. Rsrs...
Bem menos do que gosto, mas é preciso.

Estamos na época do ano que não gosto: a época da politicagem!
Não aguento essa coisa que se repete a cada 2 anos, promessas vazias e repetidas e nenhuma atitude de concreta, só enrolação.
Quem me conhece sabe que até gosto de política e me disponho a conversar sobre, principalmente porque tenho MUITO a aprender ainda.
Sabe outra coisa que não aguento ver? É quando começam a falar em Deus e Jesus Cristo. Não se deve misturar religião e política, é como água e óleo, sem falar que Deus nada tem a ver com esses desmandos que os políticos cometem, a fé do povo não deve ser usada para induzir ao voto, afinal, vivemos em um país laico. É de um tremendo mau gosto usar a religião na política (o TSE deveria coibir este tipo de conduta, sei lá aplicar multa ou algo do tipo...).

Mas este não é um bom assunto para começar a semana e por isso mesmo que vou encerrando por aqui e aproveito para deixar um belo vídeo! Espero que gostem!!!
 


Ótima semana a todos!!!

domingo, 15 de agosto de 2010

Um Bela Lição

Quem me conhece sabe que tenho uma vontade enorme de ser mãe e sabe também a minha opinião sobre o aborto – sou contra, acho que temos que ter responsabilidade para assumir nossos atos, sem falar que não se brinca com a vida, seja de um adulto, uma criança, um idoso ou um feto.
Recebi um e-mail de uma amiga e achei muito interessante, por isso resolvi compartilhar com vocês.

 






O melhor ginecologista:

Devia ser chamado de o melhor ser humano...

Uma mulher chega apavorada no consultório de seu ginecologista e diz:
- Doutor, o senhor terá que me ajudar num problema muito sério. Este meu bebê ainda não completou um ano e já estou grávida novamente. Não quero filhos em tão curto espaço de tempo, mas num espaço grande entre um e outro...
O médico então perguntou:
- Muito bem. O que a senhora quer que eu faça?
A mulher respondeu:
- Desejo interromper esta gravidez e conto com a sua ajuda.
O médico então pensou um pouco e depois de algum tempo em silêncio disse para a mulher:
- Acho que tenho um método melhor para solucionar o problema..
E é menos perigoso para a senhora.
A mulher sorriu, acreditando que o médico aceitaria seu pedido.
Ele então completou:
- Veja bem minha senhora, para não ter que ficar com dois bebês de uma vez, em tão curto espaço de tempo, vamos matar este que está em seus braços.
Assim, a senhora poderá descansar para ter o outro, terá um período de descanso até o outro nascer. Se vamos matar, não há diferença entre um e outro. Até porque sacrificar este que a senhora tem nos braços é mais fácil, pois a senhora não correrá nenhum risco...
A mulher apavorou-se e disse:
- Não doutor! Que horror! Matar um criança é um crime.
- Também acho minha senhora, mas me pareceu tão convencida disso, que por um momento pensei em ajudá-la.
O médico sorriu e, depois de algumas considerações, viu que a sua lição surtira efeito. Convenceu a mãe que não há menor diferença entre matar a criança que nasceu e matar uma ainda por nascer, mas já viva no seio materno.

O CRIME É EXATAMENTE O MESMO!!!!!



Você sabe desde quando Deus te ama?
DESDE O VENTRE DA TUA MÃE!






Imagens de hoje
Aqui e
Aqui
 
OBS: Sobre o post anterior agradeço a todos os conselhos e palavras, tenho pensado muito em como resolver a situação, espero que tudo fique bem! Mais uma vez obrigada!

Ótima semana a Todos!!!

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Cansei! (um desabafo)

 






Tem gente que pensa que o céu é perto e o mundo pequeno...

Não gosto de falar de “problemas de família”, seja aqui no blogue, com namorado ou amigos, não importa; acho que esse tipo de coisa tem que se resolver em casa, mas é que tem vezes que não dá pra aguentar, principalmente se é algo que você sabe que não vai se resolver, algo que não tem jeito/conserto, que incomoda há tempos.
Desde o dia 3 de maio eu e meu irmão estamos sem nos falar, tivemos uma discussão feia e desde então “somos dois desconhecidos” (melhor assim, evita atritos); não nego, isso não me agrada muito, mas sinto muito mais pelos meus pais e até mesmo por ele do que por mim mesma – eu levo numa boa, vou vivendo minha vida, cuidando de mim, estudando; meus pais sofrem (e muito) com essa situação (e me preocupo por eles) e Mozart porque noto que a cada dia que passa ele dá mais valor ao que tem no mundo lá fora e se esquece que a família é o que se tem de mais importante na vida, é o mais precioso tesouro que alguém pode ter. Não estou falando do nosso relacionamento, mas do relacionamento dele com painho e mais e com os seus dois filhos. Meu irmão, infelizmente, não sabe o tesouro que tem em casa e não aprendeu a valorizar os pais e os filhos maravilhosos que Deus lhe deu.
Acredito que já falei que meu pai não foi o mais presente dos pais, nem na nossa infância nem adolescência e que também não sabe demonstrar seu amor e carinho por nós, mas isso não é “mérito” dele, muitos pais, mães e até filhos são assim, mas o fato é que mesmo com todos os defeitos que ele tem, ele é um bom pai; é um pai que não mede esforços para ver seus filhos bem e que nunca deixou nada faltar em casa. É bem verdade que ele não é uma pessoa de fácil convivência, parou no tempo, tem opiniões e pensamentos retrógrados, além de ser super machista, mas sempre só quis o nosso bem, o melhor pra gente.
Algumas pessoas que convivem conosco mais de perto e há algum tempo e que veem o jeito de meu pai com meu irmão dizem que sentem “pena” de mim porque acham que meu pai só faz as coisas pra meu irmão, que ele é o queridinho do papai, mas não é verdade; o que é verdade apenas é que em algumas coisas e para algumas coisas Mozart tem mais vantagem e apoio pelo fato de ser homem, mas apesar de tudo meu pai é um homem justo, correto e super-protetor.
Mainha por sua vez sempre foi muito presente e amiga tanto minha como do meu irmão, é uma mulher batalhadora que sempre se esforçou para passar os melhores valores ensinamentos aos seus filhos, nos colocou nas melhores escolas, sempre quis que praticássemos esportes, estudássemos idiomas... É calma e tranquila e provavelmente por causa disso, tadinha, sempre ficou na linha de fogo nas brigas da gente, seja eu com meu pai, eu com mozart ou painho com mozart, sempre escutando os berros, reclamações da gente. Ela não é só nossa mãe, é nossa amiga e companheira, sempre nos apoiou, passou a mão, sempre dando um jeito de consertar o que estava errado, sempre parceira, sempre acobertando e fazendo nossas vontades (na medida do possível e até do impossível, as vezes), uma mãe super-protetora, uma mulher muito justa, correta e que não tem dois pesos e duas medidas, muito admirada pelos sobrinhos, irmãos e cunhados, assim como admiram meu pai. É engraçado ver como a família de mainha o admira, antes (quando era adolescente) eu não entendia o porquê de tantos elogios por parte deles para com painho, se todos sabem os defeitos que ele tem (mesmo estando de fora), mas agora eu consigo ver além das paredes de casa, além da relação pai e filha e das mágoas pelas brigas e ausências, consigo ver com olhos de adulta que aprendeu (esta aprendendo) a enxergar o mundo com os olhos da alma, mas que não esquece que é filha, mas agora vê com olhos de uma filha mulher e não mais filha menina, que já sentiu um pouquinho do peso do mundo (mas só um pouco, porque eles, meu pai e minha mãe ainda suportam a maior carga por mim, por nós).
E é por isso que tenho tanta dificuldade em aceitar o comportamento do meu irmão para com eles. Sei que infelizmente os dois têm uma parcela de culpa nisso tudo, sempre o protegeram demais, sempre passaram a mão na cabeça quando deveriam ter sido mais rígidos e ter imposto mas limites, mas os pais as vezes erram tentando acertar...

Me chateia ver Mozart fazendo tudo pelos amigos e namoradas sem medir esforços para agrada-los, sendo sempre muito prestativo, sempre fazendo favores sem importar a hora do dia, enquanto que para levar minha mãe de carro onde quer que seja ela tem que colocar gasolina no carro e isso se tiver acordado porque não se acorda para levar mainha em lugar nenhum, antes de ela se aposentar tinha que pegar dois ônibus pra ir e voltar e agora ela vive de ônibus pra cima e pra baixo com Matheus pra ir à psicóloga e Mozart nem se mexe, mas está sempre pronto e dispostos para pegar a namorada seja onde for...
Me irrita saber que ele grita aos quatro ventos que ele é incompreendido e que eu sou a preferida de painho e mainha, que eles fazem tudo por mim e nada por ele, que só se preocupam comigo. Me irrita a eterna síndrome de cinderela (onde eu faço o papel da madrasta malvada e painho e mainha das irmãs más), os dramalhões dele sempre se “vestindo” de vítima.
Me entristece ver que ele critica tanto meu por suas ausências, pelo seu jeito de ser e constatar que ele não é um décimo do pai que painho foi e é, que não dá devida atenção aos filhos, principalmente a João Victor, o seu primogênito, que vive esquecido e relagado, nem para a comemoração do aniversário do menino meu irmão foi, disse que iria sair com a namorada, mas a questão não é apenas essa, é que Mozart age como se ele não existisse, não fala dele pra ninguém, nem pra namoradas, é como se ele só tivesse Matheus. Vivo me perguntando porque ele fez tanta questão de reconhecer o menino, de registrar, se quase nunca foi capaz de demonstrar amor por ele. Já com Matheus ele é uma versão piorada de meu pai, porque além de ser ausente (e muito) é intransigente, incapaz de fala direito com o menino, sempre fazendo pressão e o pior de tudo é que não tem bons exemplos para dar e vive exigindo o que não pode porque não dá o exemplo (segue a linha faça o que eu mando e não faça o que eu faço – a pior maneira de se educar). E tudo isso me preocupa muito, me preocupo pelos meninos porque sei que isso interfere emocionalmente afetando a vida social e pessoal deles e por ele porque sei que na velhice ele vai se arrepender de tudo e não vai ter como recuperar o tempo perdido...
Peço muito a Deus que o ilumine e faça com que ele perceba o mais rápido possível as besteiras que está fazendo, que mostre que ele está com as prioridades trocadas e os valores invertidos e que não tarde muito a perceber as maravilhas que está perdendo...

Desculpem-me pelo desabafo, mas precisava (principalmente depois de hoje).
 


OBS: Desenhos da Beti Timm, podem encontrar mais no Rosa Choque e no A arte, por prazer.
 





Já votou no TopBlg? É só clicar aqui