sábado, 27 de março de 2010

*Gentilezas (e educação)*

Alguém sabe quanto custa um gesto de gentileza (e educação)?
Eu achava quem para quem dava nada custava e para quem recebia poderia até significar algo, mas ontem descobri que quem dá pode ficar rico.
Precisei ir ao banco (argh, detesto ir a banco) resolver algumas coisas: cheguei, peguei a senha (vi que tinha pouco mais de 20 pessoas na minha frente, mas vi também que os 4 caixas estavam funcionando) e fiquei esperando; pouco tempo depois um rapaz se levantou e fiquei esperando para ver se alguém que estava lá antes de mim iria sentar, como ninguém sentou... Uns cinco minutos depois chegou um senhor e quando eu ia me levantando para perguntar se ele queria sentar ele olhou para trás, então ofereci a poltrona, mas ele não quis, olhou para o painel e a senha que estava na mão e agradeceu, se bem que se ele tivesse resolvido aceitar só daria tempo de sentar de “contar até dez”, tinha poucos idosos no banco contei uns 4 durante o tempo em que fiquei por lá. Depois que ele fez o que tinha de fazer deu a volta e veio falar comigo, disse que sou uma jovem muito educada e que se os jovens fossem educados assim com os mais velhos quando eu chegasse a idade dele o mundo estaria muito melhor e que se eu envelhecesse eu seria uma velha feliz, disse a ele que esperava chegar a idade dele e até mais, quero sim envelhecer, então ele disse que queira que eu anotasse o nome de um livro que serviria para vida e para envelhecer bem, eu não tinha caneta, mas consegui uma com a gerente do banco, anotei o nome e ficamos conversando.
Ele tem 75 anos e é engenheiro civil, disse que não gosta de pedir para as pessoas fazerem as coisas, gosta de ele mesmo fazer, supervisiona as obras diariamente de perto: sobe, faz medições, etc. Disse que se acha mais jovem que os filhos, então rimos porque eu disse a ele que não duvidava de que ele realmente fosse mais jovem que seus filhos, durante a conversa ele falou algumas passagens do livro que me indicou para eu ler, passamos alguns minutos conversando, acho que porque ele percebeu meu interesse em ouvir o que ele tinha a dizer e o meu interesse em anotar o nome do livro. Ele disse que o livro é bem antigo, que foi escrito antes de Cristo, mas continua sendo reeditado porque é atual e a linguagem bem acessível, e eu curiosa que sou assim que saí do banco fui à livraria, mas o livro tinha acabado só que a moça que me atendeu disse que eu poderia encontrá-lo na Imperatriz.
Ah, vocês devem estar curiosos para saber qual é o livro, então: “Saber Envelhecer. Seguido da Amizade” de Cícero. Estou super curiosa para ler esse livro!

Imagem Aqui



Sabe, não fiz isso (me levantar para que ele pudesse sentar) simplesmente por ser educada ou gentil, mas fiz porque sempre penso em meus pais, minha avó e meus tios, porque me preocupo se eles são bem tratados onde chegam e porque quero envelhecer e penso que eu ficaria feliz se um jovem fosse solícito para comigo, vejo tantas reportagens falando de maus tratos a idosos que fico de coração partido. Todo jovem deveria pensar amanhã ele pode ser um velho...




Ótimo restinho de Sábado, um Domingo Maravilhoso e uma Semana Iluminada a Todos!!!
Imagem Aqui

5 comentários:

Jens disse...

Que bonito episódio, Cecília. Confirma o dito segundo o qual gentileza atrai gentileza. Se todos fossem iguais a você (inclusive eu) o mundo seria um lugar melhor para se viver.
Você é uma boa menina. Parabéns ao papi e à mami pela educação primorosa que te proporcionaram.
Tenha também uma ótima semana.
Beijo pra você.

Alexandre Fernandes disse...

Bonito Cecília. A gentileza é sempre a melhor escolha. Deve haver essa necessidade mútua. É uma questão de entender que todos têm a sua função no mundo, e uma idade gera necessidades especiais. Somos jovens hoje, mas amanhã seremos velhos também. Não podemos ser egoístas. Precisamos nos imaginar na pela das pessoas como se estivéssemos vivendo aquilo. E de fato vamos viver. Façamos por todos o que queremos que façam por nós.

Gentileza gera gentileza.

Beijo
=)

Silvana Nunes .'. disse...

Xi... eu já vi tanta falta de educação e grossura...
Já dizia o nosso profeta Gentileza, "gentileza gera gentileza".
Ô povo mal educado. Homem então... nem se fala. Ô bicho grosso.

Passando para dar uma espiada nas novidades e para me desculpar da ausência - estou sem computador, dependendo de lanhouse, coisa que detesto fazer.
Então, já preparou a sua pegadinha? O dia 1º de abril está chegando.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana para você.
Beijo grande.
Saudações Educacionais !
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Fernanda disse...

Linda história!
Já anotei o título, vou procurar esse livro, fiquei muito interessa, realmente!

Bjos

Gleice Ramos Santos disse...

Minha linda fiquei curiosa qdo fiz a prova do enem hj, e foi citado sobre esse livro de Cicero e fiquei curiosa joguei os dados no google ou oraculo como um amigo costuma dizer e surgiu vc, pra minha felicidade adorei cada palavra dita e realmente poucos no mundo tem a delicadesa que vc tem com os idosos mais quem sabe né?? as pessoas ainda podem mudar preciso acreditar nisso não posso perder minha fé e ela que me mantem em pé bjs minha linda e seus pais tem que ter muito orgulho de vc bjs.