quinta-feira, 28 de outubro de 2010

♣♣♣

glitters



Oiiiiiiiii!!!!

Poxa, tanto tempo sem vim por aqui...
Tava sentido falta! Infelizmente vou só postar, não dá pra fazer as visitas aos blogues amigos como gosto, pois gosto de comentar e hoje não tem como, mas volto antes do feriado.

Hoje vou falar de um tema que ainda não falei aqui, um tema que gosto e sei que muitos não gostam (sentem, indiferença, não acreditam...) e as vezes até causa polêmica. Não sei bem porque, mas deu vontade...
Hoje vou falar sobre bruxas, ou melhor, vou colocar um texto que encontrei quando estava procurando uma imagem de uma bruxa. Há uns 3 anos uma pessoa me disse que eu era uma bruxa, foi em uma época que eu estava passando por um momento difícil, deprimida... Conversamos muito, aquela foi a primeira e última vez (pelo menos por enquanto) que o vi. Ele me acalmou, confortou e disse coisas que nunca esqueci (e acredito que nunca esquecerei). Sabem o que é engraçado? É que não me senti chateada, ofendida ou assustada pelo fato de ter sido chamada de bruxa, na verdade até gostei. Sabe lá por quê...

Espero que gostem!
Beijinhos

OBS:O primeiro texto está na íntegra e o segundo só alguns trechos.

 





A autêntica Bruxa esta no interior da pessoa. Por este motivo é difícil você reconhecer uma Bruxa somente de passear nas ruas.

Ao contrário das histórias infantis, a Bruxa não é feia, e muito pelo contrário, ainda mais hoje em dia, elas se cuidam cada vez mais, porque agora, mais do que nunca o acesso as ervas, chás e aprendizado de se usar a natureza como aliada esta fácil.

No instante que resolvemos aceitar que somos Bruxas (porque Bruxa nasce Bruxa), começamos a aflorar nossa sensibilidade e prestar atenção em coisas que passavam despercebidas.

Não é somente ler Tarô, saber nomes de ervas, ser Bruxa não é tomar conta da vida alheia e nem manipular o mundo.

Ser Bruxa é semear alegria e força onde passam. É dar amor a todos a sua volta, é ter senso de humor e se dar bem com a vida!

Quando uma Bruxa entra numa floresta, ela sente a intensidade das vibrações das árvores e plantas, se emociona com as flores, se deleita com os sons da natureza e se houver, das águas também.

A Bruxa assume seu papel de guardiã e mensageira da Grande Mãe. E nunca se gaba por ser uma criatura com poderes sobrenaturais e assume sua condição com simplicidade e naturalidade.

Ser Bruxa é saber que não somos limitados a uma sociedade pois existe um Universo e não cidades, existe passado, presente e futuro e não somente um calendário.

Aceitar ser uma Bruxa, é grandioso e independente. É assumir a vida, amar o mundo e o Universo. É acreditar, é amar incondicionalmente. É ter uma força grandiosa, complexa, infinita e perfeita.

SEJA UMA LINDA BRUXA!!!



...
O simples cotidiano que vivemos contribui para o aumento da nossa sabedoria de forma geral, influindo diretamente na formação da nossa filosofia de vida e do nosso caráter: é por isso que nenhum dia deve ser vivido em vão. 

Não pense que a bruxaria servirá como instrumento para substituir o seu esforço pessoal: não é realizando um feitiço ao pé da letra que conseguiremos tudo que queremos. Os encantamentos só funcionarão se o esforço vier de dentro, acompanhado de uma sincera vontade de vencer, e é importante esforçar para que isso aconteça. 

...


Se você não controlar seu destino ele vai controlar você.


Para ir para o site que os textos foram retirados é só clicar no título de cada um.
Imagens do google.