terça-feira, 5 de julho de 2011

Ansiedade

Ando brigando com o tempo, e ele brincando comigo
Não paro de contar os dias, horas, minutos e segundos
Sempre travesso, o tempo me engana, passeia lento
Isso não tem graça nenhuma. Os dias demoram
Eternidades para passar, as semanas passam sem que me
Dê conta se é sábado ou quinta-feira, já nem sei...
Ando brigando com o tempo e ele rir de mim
Debocha, me enlouquece com seus minutos, segundos
E os dias viram semanas sem fim...

 Vou seguindo sorrindo e cantando. O dia, sei que não tarda.
Sou assim ansiosa, é que o desejo é maior que a paciência...


"Respondo que ele aprisiona
Eu liberto
Que ele adormece as paixões
Eu desperto

E o tempo se rói
Com inveja de mim
Me vigia querendo aprender
Como eu morro de amor
Prá tentar reviver"
http://www.youtube.com/watch?v=BLs16sjWdCc
Lembrei dessa música quando estava escrevendo
 
Imagens colhidas da internet


4 comentários:

Roy disse...

Adorei o texto, os versos, e o que posso dizer?

Ando contando os segundos, roendo os minutos e pesando as horas...

TAD

Roy

Beti Timm disse...

O tempo medido pela tua ansiedade. Mas curta com muito prazer pq logo vc perceberá que jamais haverá momentos tão preciosos qto esses.


Beijinhos

DO disse...

A gente tem que aprender a ser menos ansioso (a ) e deixar as coisas acontecerem no seu ritmo,rsss

beijão,linda!!

Carlos Medeiros disse...

Pra mim, o tempo passa rápido até demais.