quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Mais de 30 mil morte/dia. É possível??


Semana passada a nossa corte suprema em julgamento inédito e polêmico abriu mais uma brecha para a (aumentar a certeza da) impunidade: Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram retirar a acusação de ‘homicídio doloso’ (quando há intenção de matar, direto, ou quando a pessoa assume os riscos, indireto) do processo de um jovem embriagado que atropelou uma mulher em São Paulo em 2002.
Os ministros entenderam que ‘o rapaz não bebeu com a intenção de matar alguém’ e por isso resolveram retirar do processo a acusação de homicídio doloso (com pena que varia de 6 a 20 anos podendo ser aumentada para 12 a 30 anos de prisão), que passa a ter acusação de homicídio culposo (com pena de 2 a 4 anos, salvo engano, e que dependendo dos antecedentes essa pena é transformada em medida sócio-educativa, ou seja, o cara mata e não é preso).
Agora pergunto: Quem bebe com intenção de matar alguém? Ninguém! Até onde sei e vejo, quando bebemos um bar/restaurante ou em uma festa é porque temos a intenção de nos divertir, relaxar, descontrair... Mas uma coisa é fato: quem bebe e resolve dirigir sabe que está cometendo um crime tipificado em lei, sendo assim, quando resolve fazê-lo está assumindo os riscos dos seus atos (homicídio doloso indireto). Quando era criança e até hoje sempre ouvi meu pai dizer que carro é uma arma, não entedia muito bem, mas a cada dia que passa sei bem o que isso quer dizer: carro é um meio de transporte que quando não é usado com responsabilidade se transforma em uma arma em potencial e quando usado aliado ao uso de drogas (porque é assim que a bebida alcoólica deve ser tratada) se transforma em uma arma que no ano mata mais de 30 mil pessoas/cidadãos/mães e pais/jovens; na verdade, quase 40 mil.
A nossa Constituição Federal é provavelmente a mais emendada das constituições (67 emendas até 2010), o Brasil é talvez o país que mais tem lei, leis que se contrapõem, que se contradizem e sendo assim não poderia deixar de ser diferente, é o país da impunidade, o país que mais beneficia criminosos.
Basta de leis inúteis, leis que beneficiam o crime e estimulam a impunidade!
Basta de corrupção, subornos, propinas!
















Matérias sobre o assunto:
A ligação perigosa entre direção e bebida (matéria que serviu de base para o post)




Instiruto Sangari

Resta a pergunta:
Que País é esse???


Ao clicar nas imagens você será direcionado ao site de onde ele foi retirada.






























MOVIMENTO CONTRA A CORRUPÇÃO (link)

II - MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO
No Recife: Edf. Acaiaca, Av Boa Viagem - 12/10 às 14h

5 comentários:

DO disse...

Eu poderia fazer uma redação,uma tese sobre tudo isto,mas vc até ja sabe o que penso,Cecilia.
Otimo fds a vc. Bjo

Carlos Medeiros disse...

Infelizmente o descaso com a vida humana é enorme no nosso país. Não tão nem aí.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Cecilia...é uma triste realidade, esses dias fui a uma palestra e foi passado um vídeo impressionante com acidentes reais...causados por causa do alcool e drogas. Fora isso esses dias vi também o vídeo de uma moça venezuelana, vitima de um acidente que a deixou toda queimada...já passou por mais de cinquenta cirurgias...as imagens chocam...
Parabéns pela postagem preventiva...
Um abraço na alma...boa semana...bjo

Carlos Medeiros disse...

Infelizmente eles só se importam se atingir alguém deles.

VELOSO disse...

Amiga um Feliz NATAL e Tudo de bom em tudo em 2012!